Cachoeira do Sul

Lideranças de Cachoeira solicitam apoio para melhoria no fornecimento de energia

Por Assessoria de Imprensa da Agergs
18/02/2014 17:23
 

Reunião foi realizada na segunda-feira, dia 17, na sede Agergs (Foto: Agergs/Divulgação)

Em reunião realizada na tarde desta segunda-feira, dia 17, na sede da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs), lideranças da região de Cachoeira de Sul se reuniram com conselheiros e técnicos da instituição, para relatar as constantes falhas no fornecimento de energia na área de concessão da AES Sul.

Após ouvir as reclamações da comitiva, o conselheiro-presidente da Agergs, Carlos Martins, explicou a atuação da Agência, a relação com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e as últimas ações praticadas no setor elétrico, principalmente com as dificuldades no fornecimento de energia no Estado enfrentadas desde dezembro de 2013.

“Estamos abrindo processos específicos, como irá acontecer a partir desta reunião, onde estamos juntando os documentos entregues para iniciar investigação e identificar as possíveis irregularidades”, explicou Martins.

Referente a possibilidade de troca da concessionária por um cooperativa da região, o presidente destacou que a situação é complicada, pois a concessão é feita por licitação.

“O caminho para esta possibilidade é muito difícil, mas estamos aqui para buscar uma solução que garanta a qualidade no fornecimento de energia tanto nos municípios aqui representados, quanto nas demais cidades gaúchas”, afirmou Carlos, ao lembrar que o setor jurídico da Agergs analisará as propostas feitas.

Ao reforçar o trabalho de fiscalização realizado pela Agência e as multas aplicadas, que somaram R$ 154 milhões em 10 anos, o conselheiro vice-presidente da Agergs, Ayres Apolinário, disse que o serviço oferecido no Estado pelo setor elétrico não é satisfatório.

“Estamos atuando forte junto às empresas concessionárias, com reuniões e processos de investigação, fazendo cumprir o papel da Agência no Estado”, disse Apolinário.

Nos próximos dias, a Agergs convocará a AES Sul para prestar esclarecimentos sobre as denúncias expostas em reunião, junto a uma comissão com representantes de Cachoeira do Sul, Rio Pardo, São Sepé, Paraíso do Sul, Candelária e Vila Nova, além da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul (Fetag).


Por Assessoria de Imprensa da Agergs

Farrapo




Topo