Segurança Pública

Operação Golfinho alerta para os locais considerados inadequados para banho

 

Veranistas devem respeitar sinalização do apito e bandeiras indicativas sobre as condições de banho (Foto: Claudio Fachel/PalácioPiratini)

A 44ª Operação Golfinho abrange 489 quilômetros de cobertura entre as praias dos litorais Norte e Sul e de águas internas do Estado - como rios e lagoas. Ao todo, entre policiamento ostensivo e salva-vidas, o efetivo soma 2,3 mil servidores distribuídos nas 333 guaritas espalhadas pelos balneários gaúchos. Até o momento, não foram registradas mortes nas áreas que contam com equipes de salvamento.

Diariamente, são disponibilizados pela BM boletins com o número de salvamentos, e o principal alerta da corporação é quanto à conscientização para que o banho de mar não seja feito em locais considerados impróprios.

Conforme o chefe de Operações de Salvamento Aquático da Base Avançada de Resgate Aquático da Operação Golfinho, major Julimar Fortes Pinheiro, os veranistas e moradores devem evitar áreas onde não há cobertura da Operação Golfinho.

"O número parcial de óbitos em locais não vigiados por salva-vidas chega a 42. É bastante expressivo, visto que nesses locais não há cobertura devido às condições inapropriadas das águas. O salva-vidas é uma sinalização de que a área é segura para os banhistas, então, não podemos validar com efetivo os locais classificados como inadequados", afirma o major.

Segundo Fortes, nesta mesma época, mais de mil resgates foram realizados no ano passado e o ideal seria não ter de haver salvamentos. "Mas, para isso, precisaríamos de um grau de consciência muito maior das pessoas. Estamos realizando um trabalho intenso de prevenção e sensibilização desde o início da operação e é necessário que as pessoas respeitem a sinalização do apito, cuidem as bandeiras e busquem orientações", disse.

A principal orientação dada pelos profissionais da Operação Golfinho é que antes de entrar no mar o banhista observe a cor da bandeira do dia e consulte o salva-vidas sobre as condições do mar. O horário funcionamento das guaritas é das 8h30 às 19h30 - nas guaritas permanentes.

Confira os números da Operação Golfinho até esse domingo (19) e o acumulado de salvamentos até o momento:

Litoral Norte
Domingo (19) - 23
Acumulado de 21 de dezembro de 2013 até domingo (19) - 688

Litoral Sul
Domingo (19) - 8
Acumulado de 21 de dezembro de 2013 até domingo (19) - 47

Águas Internas
Domingo (19) - 12
Acumulado de 21 de dezembro de 2013 até domingo (19) - 68


Por Daiane Roldão


Fonte: Assessoria de Imprensa da Brigada Militar

Farrapo




Topo