Segurança Pública

Permanência do Corpo de Bombeiros é tema de reunião

Por Comunicação Corede Campanha
13/07/2013 16:04
 

Comandante do 4º CRB recebeu a comitiva de Caçapava do Sul (Foto:Divulgação/Corede Campanha)

Uma comitiva esteve reunida na terça-feira, 9 de julho, em Santa Maria, para tratar sobre a permanência do Corpo de Bombeiros em Caçapava do Sul. A reunião com o comandante do 4º Comando Regional dos Bombeiros (4º CRB) major Luís Marcelo Gonçalves Maya, acompanhado do major chefe de Estado Francisco Otávio Nunes, teve a participação do vice-presidente da Câmara de Vereadores, vereador Peter Linhares, do presidente do Corede Campanha e Coordenador do COMDEC João Sergio Machado, do diretor da CDL Eraldo Vasconcelos e do presidente do COMUDE, André Pimentel.

Na pauta, os representantes da sociedade civil apresentaram ao comandante a preocupação da continuidade dos serviços do Corpo de Bombeiros e a falta de efetivo na unidade de Caçapava do Sul, uma preocupação da comunidade, da Administração Municipal e dos empresários.

O coordenador da Defesa Civil e presidente do Corede Campanha João Sérgio Machado ressaltou que o objetivo da reunião é unir forças para que a população e os municípios vizinhos, que recebem atendimento, tenham a garantia dos serviços considerados de máxima importância, já que os bombeiros fazem os atendimentos de acidentes nas BRs, na prevenção e combate a sinistros, porém a falta de efetivo muitas vezes torna inviável esses atendimentos.

Major Maya afirmou a comitiva que “não há intenção do Comando Regional em fechar o quartel de Caçapava do Sul”. Mayer explicou que a região central tem uma carência muito grande de efetivo e que são poucas as vagas disponíveis ao comando regional, mas que existe uma suplementação de cinco mil horas extras, que deverão ser distribuídas por meio de escalas de serviço e que vai discutir uma escala que possa minimizar a falta de bombeiros na cidade.

Na oportunidade, o vereador Peter Linhares (PMDB) comentou que o Legislativo fez um levantamento das necessidades de mais bombeiros, assim como de policiais civis e militares, sendo uma reivindicação de todos os caçapavanos e em parceria com o Executivo buscam solução junto ao Governo do Estado.

Para o representante do CDL Eraldo Vasconcelos, a permanência dos serviços está ligada diretamente a manutenção de um efetivo na cidade e de parcerias para que sejam atendidas as demandas.

Maya reforçou que a falta de efetivo e as demandas do município devem ser encaminhadas também ao governo do Estado, para que seja possível abrir mais vagas em editais de concursos públicos.

Destacou a importância da relação entre os bombeiros, a administração pública e os representantes da sociedade civil para o debate das necessidades da manutenção dos serviços e especialmente a renovação do convênio com o município e, comunicou que se reunirá com o comandante do Corpo de Bombeiros de Caçapava do Sul, tenente Holvery Bonilha para debater todas as questões tratadas nessa reunião.


Por Comunicação Corede Campanha


Por Comunicação Corede Campanha

Farrapo




Topo