Geral

Golpes estão sendo aplicados em aposentados e pensionistas do INSS em cidades da região

24/04/2020 10:08
 

Mesmo em meio à pandemia do coronavírus (Covid-19) os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) não estão livres dos golpes que vem sendo aplicados.

Em todos os golpes, o principal objetivo dos fraudadores é roubar dados do segurados, principalmente senhas e número de cartão, o que possibilitam roubar dinheiro dessas vítimas. Por isso, é importante conhecer essas estratégias dos criminosos para saber identificar o que é fraude e o que é algo oficial de bancos e INSS.

Aposentados estão recebendo ligação de uma pessoa que aplica alguma história. Durante a ligação, o suposto criminoso pede que o aposentado envie senhas e dados para confirmação e assim informa, por exemplo, para os aposentados que o cartão foi clonado. Segundo o golpista, este cartão deve ser recolhido para o cancelamento do mesmo e logo chega o criminoso se passando por suposto funcionário de algum banco ou algum órgão vinculado a Secretaria da Previdência que chega para recolher os cartões.

Diante do golpe extremamente bem aplicado, as vítimas caem na armadilha e agem conforme o conselho dos criminosos. Conseguindo as informações, os criminosos efetuam diversas compras e empréstimos através do cartão da vítima.

A polícia orienta para que mais pessoas não caiam neste golpe, para que não forneçam dados por telefone e não recebam pessoas estranhas em suas casas, sem primeiro fazer uma checagem com parentes, polícia ou instituições bancárias, não entreguem senhas e cartão para ninguém.

E assim cada dia surge algo novo e os golpistas estão tentando com alguma história obter dados sigilosos das vítimas e assim conseguindo as informações e efetuando diversas compras principalmente pela internet com o cartão da vítima.

Além disso, em nenhuma hipótese, membros de Conselhos ligados à Secretaria de Previdência entram em contato com segurados da Previdência Social.

As vítimas desse tipo de abordagem devem registrar boletim de ocorrência na Polícia Civil e comunicar o fato à Ouvidoria do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Para entrar em contato com a Ouvidoria, basta ligar 135 ou acessar a página do INSS na internet (www.inss.gov.br).

Fonte: Jornal do Garcia





Topo