Justiça

Seis taxistas presos por suposta agressão a motorista de aplicativo são soltos

Por Eduardo Schneider
20/02/2020 20:12
 

Foto: Arquivo/Farrapo

Duas audiências sobre um caso de suposta agressão de taxistas a um motorista de aplicativo foram realizadas nesta semana. Uma delas ocorreu na terça-feira, 18 e outra nesta quinta-feira, 20, no Fórum de Caçapava do Sul. Ambas foram conduzidas pelo juiz Diego Carvalho Locatelli.

Nas audiências foram ouvidas testemunhas relacionadas direta ou indiretamente com o fato ocorrido no centro do município, no dia 11 de setembro de 2019. As testemunhas também responderam questionamentos do Ministério Público, que faz parte da acusação e advogados de defesa dos réus.

No final da audiência desta quinta-feira, seis taxistas que estavam presos foram soltos: o vereador Alex Vargas (MDB), o presidente da Associação dos Taxistas da cidade Irivelto Moreira, e os taxistas Alesson, Felipe e Marcelo e Mateus.

Um dos motivos entendidos pela justiça é de que a ordem pública foi reestabelecida, pois o serviço de Uber voltou a funcionar normalmente. Além disso, boa parte da instrução do processo já foi realizada, o que permitiu a revogação da prisão cautelar. Ao todo, o processo envolve 12 réus.

Conforme a justiça, o processo irá prosseguir com produção de mais provas, manifestação das partes e sentença do juiz. As próximas etapas constituem novas audiências para oitivas de outras testemunhas.

Cargo no Legislativo - Licenciado do cargo de vereador, Alex Vargas poderá voltar a assumir a posição que ocupava na Câmara em breve. Isto porque além desta decisão judicial, o prazo da licença vai até o dia 1º de março de 2020.


Por Eduardo Schneider

Farrapo




Topo