Caçapava do Sul

Número de abigeatos e roubos de animais reduziram mais de 50% nos últimos 4 anos em Caçapava

 

A Patrulha Rural do 3º Esquadrão de Polícia Montada - Brigada Militar de Caçapava do Sul com apoio do Pelotão de Operações Especiais do 6º Regimento de Polícia Montada – Brigada Militar de Bagé, marcou presença na 84ª Expofeira Agropecuária de Caçapava do Sul.

Durante o evento, que ocorreu de 10 a 13 de outubro, o efetivo da Patrulha Rural apresentou os resultados obtidos nos últimos 4 anos, bem como a produtividade do patrulhamento rural, no município.

De acordo com os Dados da BM, o número de ocorrências reduziu mais da metade nos últimos quatro anos no município. Em 2015 foram registradas 50 ocorrências, com 383 animais roubados. Se comparado ao ano de 2019, esse número caiu para quase a metade (28 até o momento). Com relação ao número de animais furtados, os dados são ainda melhores: em 2015 foram levados 383 animais, já em 2019 apenas 118, menos de um terço em relação ao ano comparado.

Os dados ainda mostram o Trabalho significativo da Patrulha Rural: em 2016 foram registradas 80 ocorrências, em 2017 foram 43 e em 2018 o número caiu para 36. Em relação ao número de animais furtados, também houve significativa redução, com exceção de 2018 (onde não se sabe ao certo o número devido a um roubo registrado de grande monta): em 2016 foram 267, em 2017 foram 268.

O Prefeito Giovani Amestoy parabenizou o trabalho da BM e Patrulha Rural caçapavana e lembrou que desde 2017 uma série de ações estão sendo desenvolvidas:

“Em março de 2017, tão logo assumi, e quando ainda acumulava a função de Secretário da Agropecuária, Indústria e Comércio, lembro de um protesto dos produtores, onde estive presente, na Praça da Matriz. Lá eles expuseram as cabeças dos mais de 30 animais mortos que foram vítimas de abigeatários e com cartazes pedindo ação do Executivo e mais policiamento. De lá para cá, fizemos várias reuniões com Sindicatos (Rural e dos Trabalhadores Rurais), Associações de produtores, OAB, Promotoria, BM, PC e, em parceria com eles, e com a Secretaria de Agropecuária, e Inspetoria Veterinária e Vigilância Civil realizamos ações e blitz nas entradas e saídas da cidade, no interior e em estabelecimentos, coibindo o abigeato e venda de carne sem procedência. Hoje colhemos os bons resultados desta ação e da união da Sociedade Civil e Poderes contra o crime de abigeato”, frisou Amestoy.

Comunicação da Prefeitura / Caçapava do Sul




Topo