Polícia

Taxistas são indiciados por tentativa de homicídio a motorista de aplicativo

01/10/2019 09:29
 

Foto: Farrapo

A Polícia Civil remeteu inquérito ao Ministério Público nesta segunda-feira, dia 30, onde 10 taxistas foram indiciados por tentativa de homicídio de um motorista de aplicativo, dia 11 de setembro. O Ministério Público deve decidir se vai ou não denunciar os suspeitos ainda nesta semana.

Até o momento quatro pessoas foram presas por envolvimento no caso. Um deles é o vereador Alex Vargas, que foi preso preventivamente. Ele pediu afastamento da Câmara por 30 dias, podendo prorrogar por mais 120 dias. A Polícia Civil também divulgou os nomes dos outros presos: o presidente da Associação dos Taxistas, Irivelto de Jesus Machado Moreira, e o filho dele, Felipe dos Santos Moreira, que estão presos desde o dia 17 por participação nas agressões, além do filho de Alex Vargas, Alesson Dias Nunes, que está preso preventivamente.

Eles são suspeitos de terem agredido Oilson Ricardo Gomes Alves quando o motorista de aplicativo buscava um passageiro, próximo a Estação Rodoviária de Caçapava do Sul.

Com informações do G1

Farrapo




Topo