Polícia

Inspetora baleada em Pelotas tem morte encefálica confirmada

Por farrapo.rs
02/08/2019 11:48
 

A Polícia Civil confirmou ontem à noite (1º) que a inspetora baleada em Pelotas teve morte encefálica. Ela foi baleada durante madrugada na BR 116, próximo a um trevo no bairro Fragata.

A inspetora foi identificada como Cristina Gonçalves Lucas, 38 anos, que estava no carro com a mãe, marido e dois filhos. O carro da família foi fechado por um Fiesta, com placas de Canguçu. Um dos ocupantes desceu e efetuou o disparo, atingindo Cristina.

O enterro da inspetora deve ocorrer em Rio Grande. A Polícia Civil emitiu uma nota de pesar. Confira abaixo.


Nota de Pesar

A Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento da inspetora de polícia Cristina Gonçalves Lucas.

Cristina teve morte encefálica decretada no início desta tarde, 01 de agosto de 2019, em decorrência de disparo de arma de fogo. A policial civil estava saindo de férias com a família, quando foi vítima de roubo, ocorrido na madrugada desta quinta-feira, em Pelotas.

Cristina, 38 anos, formou-se na Academia de Polícia Civil em fevereiro de 2017 e estava lotada na Delegacia de Polícia de São José do Norte.

A Polícia Civil se solidariza com a dor dos familiares, policiais e amigos, diante desta perda irreparável.
Por fim, a Polícia Civil agradece o apoio que está recebendo das demais instituições de segurança pública na busca dos delinquentes e informa que não medirá esforços para identificar e prender os autores do crime.


Por farrapo.rs

Farrapo




Topo