Polícia

A maior apreensão de cocaína da história da Polícia Civil

07/06/2012 15:01
 

Uma retro-escavadeira e os cães do DENARC foram usados na procura (Foto:PC/Divulgação)

A Operação Predadores realizada por agentes da 16ª Delegacia de Polícia Regional, de Santa Cruz do Sul, na manhã de quarta-feira, dia 6, desmantelou um laboratório de refino de cocaína, crack e oxi, em um sítio em Candelária. No local, foram apreendidos 412 kg de cocaína, a maior apreensão da história dessa droga, no Estado, mais crack, oxi e R$ 130 mil.

Segundo o delegado Julci Severo, a operação é resultado de uma investigação de sete anos, concluída com a localização do sítio, devido à prisão de um distribuidor das drogas em Veranópolis.

A polícia prendeu em flagrante um casal. Também foram encontrados 30 kg de cocaína e R$ 30 mil, em dinheiro, num depósito. Além disso, foi localizado o laboratório, com produtos para refino e 10 Kg da droga.

No entorno do sítio foram apreendidos o resto da cocaína e do dinheiro, guardados em baldes e enterrados. Uma retro-escavadeira e os cães do DENARC foram usados na procura.

A Polícia acredita que esse laboratório abastecia o narcotráfico em Taquari, Vale do Rio Pardo, Serra e até a Capital e Região Metropolitana. O valor de mercado da apreensão é de R$ 7 milhões de reais, bruto, e poderia chegar a R$ 15 milhões na revenda.

 


Fonte: PC/RS

Farrapo




Topo