Polícia

Detentos do Presídio de Caçapava fazem rebelião

13/12/2011 17:41
 

Clima tenso no Presídio Estadual de Caçapava nesta terça-feira, dia 13

Três detentos encabeçaram um princípio de rebelião no Presídio Estadual de Caçapava do Sul nesta terça-feira, dia 13. A Brigada Militar foi chamada para ajudar na contenção dos detentos. Um preso saiu ferido e foram encontradas três facas artesanais.

Segundo o Administrador do Presídio, Dionísio Rodrigues, o fato teve início por volta das 10h da manhã, logo após um preso ser informado que teria que trocar de cela. 

– Chamei o detento para meu gabinete e comuniquei que ele trocaria de cela, pois há vários registros de indisciplinada dele e de outros dois presos que estavam na cela de número 04. Eles faziam algazarra durante a noite. Ao voltar para o pavilhão o preso se recusou a ir para a cela, disse que ficaria na sala do artesanato. Então três agentes penitenciários o pegaram e colocaram na cela de número 07 – explicou Rodrigues.

Logo em seguida o preso começou a chutar a porta da cela e os dois outros detentos começaram a fazer barulho nas grades, assim como os demais presos. A Brigada Militar foi acionada para ajudar os agentes penitenciários a conter os presos.

A juíza da Comarca de Caçapava, Taise Velasquez Lopes, também foi chamada ao local para conversar e acalmar os detentos. Após os agentes revistaram as celas e nada foi encontrado.

À tarde, por volta das 14h, na hora do banho de sol no pátio, dois dos três presos que começaram o tumulto tentaram esfaquear outro detento com uma faca artesanal de cerca de 40 centímetros de lâmina, fato que gerou nova confusão entre os presos. Alguns brigadianos ainda permaneciam no local, mas foi necessário chamar reforço policial para reprimir a desordem.

De acordo o Administrador do Presídio, após a contenção do conflito foi realizada uma revista geral nas dependências do Presídio Estadual. Foram encontradas mais duas facas artesanais enterradas no pátio. As facas tinham 36 e 37,5 centímetros de lâmina. 

– Diante do fato, os três detentos que começaram o tumulto serão transferidos nas próximas horas para um presídio de Santa Maria – declarou Rodrigues.

Conforme Dionísio Rodrigues, o dia de visita dos familiares aos presidiários, que ocorre toda quarta-feira, somente acontecerá se nenhum incidente for registrado durante a noite.

Por Marcelo Marques
Sugestões e informações
jornalismo@farrapo.com.br 

Farrapo




Topo