Caçapava do Sul
 21/04 04:04
 Busca Google
E-mail:
Senha:
Siga-nos
 
Tamanho da Fonte: a- A+
Confira os vencedores do Freio de Ouro 2013 (2276)
Rural


Oraca do Itapororó fez a maior pontuação da historia do Freio de Ouro. Foto:Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação)


Cadejo da Maior foi o melhor entre os machos e sagrou-se campeão do Freio de Ouro 2013(Foto:Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação)

A combinação perfeita de morfologia e funcionalidade mostrou na pista de Esteio, mais uma vez, que o formato do Freio de Ouro não permite a dissociação desses dois critérios. A decisão do ciclo desse ano, que ocorreu sob chuva incessante na tarde de 25 de agosto, premiou dois legítimos representantes da seleção completa da raça Crioula: Oraca do Itapororó e Cadejo da Maior.

 
Com as mais altas avaliações morfológicas da final, os animais chegaram ao topo do pódio mostrando também excelente função. Oraca do Itapororó de propriedade de Aldo Vendramin e, com a montaria do ginete Fábio Silveira, concluiu a prova com a maior pontuação da história do Freio, 23,319. Exposta por Ouro Fino e Santo Izidro Crioulos e um grupo de cotistas, Cadejo da Maior encerrou a disputa com 21,826 e foi apresentado por Daniel Teixeira – eleito o Ginete do Ano.

E não foram apenas os vencedores que se destacaram. Em nível muito alto, a prova confirmou o desempenho de AS Malke Rancagua, de propriedade de José Schwanck e montada por Gabriel Marty, que conquistou o Freio de Prata com 22,410. O Freio de Bronze da categoria ficou com La Rinconada Golosa, de André Narciso Rosa, que somou com 21,180 em conjunto com o ginete Lindor Collares Luiz.

Entre os machos, que assim como as fêmeas deram ao público um verdadeiro espetáculo de força e versatilidade, o Freio de Prata foi conquistado por Desafio da Santa Edwiges, apresentado pelo ginete Claudio Fagundes e exposto por Cássio Bonotto, com a nota 20,699. Buzzo da Maya e o ginete Raul Lima, de Zuleika Torrealba, fizeram 20,457 pontos e ficaram com o Freio de Bronze.

Avaliação dos jurados

Na análise de Cesar Hax, jurado das fêmeas, a final da categoria foi de qualidade excepcional. “Tivemos poucas éguas com morfologia abaixo de sete, o que é excelente para a seleção da raça”, diz. Sobre a vencedora, comentou que Oraca mostrou um amadurecimento em relação à sua participação no ano passado, quando ficou com a prata. “Agora comprovou o que sempre foi. Muito correta, tanto morfológica como funcionalmente. É uma égua muito difícil de ser batida”.

Para André Rosa, a disputa mostrou o nível que se encontra a raça Crioula. “Os animais com a melhor morfologia chegaram na ponta no final. Isso é a prova de que a ABCCC trilha um caminho correto”, afirma. O jurado ainda considerou que a chuva aumentou o grau de dificuldade da prova e exigiu equilíbrio e condicionamento físico dos cavalos. André ainda falou sobre Cadejo, o qual classificou como “um cavalo de ótimas angulações, que mostrou muita docilidade, e se movimentou muito bem”.

Vencedores comemoram
Mesmo depois de ter conquistado dois Grandes Campeonatos da Expointer, um Bocal de Ouro e um Freio de Prata, ainda restava um prêmio a ser comemorado por Aldo Vendramin, com Oraca. “A Oraca mostrou que é um animal superior, de uma morfologia ímpar. É uma égua dedicada, que veio 100% e chegou até onde é o seu lugar”. O ginete Fábio Silveira também lembrou da prova de 2012 e mostrou confiança no animal. “Sabia do potencial dela e tinha certeza de que poderia chegar”.

Norival Bonamichi, membro do grupo de expositores de Cadejo da Maior, celebrou a conquista com satisfação. “Foi muito bom ver que o Cadejo conquistou a torcida e, mesmo com vários fatores dificultando e com a concorrência muito forte ele conseguiu mostrar o seu potencial”. Daniel Teixeira, que rompeu parcialmente os ligamentos do tornozelo em uma queda na classificatória de Brasília/DF, precisou de superação para levantar o segundo Freio e pela quinta vez o prêmio de Ginete do Ano. “Na hora a gente esquece tudo isso. Agradeço à minha equipe e dedicou o título à minha família”.

O Freio de Ouro tem o patrocínio de Ipiranga, Massey Ferguson, Vivo, Banrisul, Chevrolet e o apoio da Supra. A Nova Schin é a bebida oficial.

Clique aqui para saber a sequência da programação do cavalo Crioulo na feira e acesse aqui a planilha com o resultado final do Freio de Ouro 2013.




Farrapo

25/08/2013 23:39

Setor de jornalismo: jornalismo@farrapo.com.br


Mais notícias - Rural
10294112 acessos

 
9582001 acessos | 44 exibições nos últimos 5 min